Seguro de automóveis – dicas importantes


15/02/2011  

O seguro de automóveis, sem dúvida, faz parte do nosso dia a dia. Mesmo quem tem um carro “popular” não pode abrir mão do seguro, pois, em caso de acidente ou assalto, a falta de cobertura pode significar a destruição de um patrimônio construído com sacrifício.

O carro representa, segundo os psicólogos, as asas de liberdade que tanto desejaríamos ter. Por isso não podemos nos arriscar a ficar, de uma hora para outra, presos em casa porque nossas “asas” nos foram roubadas ou se quebraram. O seguro de bem tão valioso e tão sujeito a riscos é, portanto, fundamental.

Mas como fazer este seguro de forma correta é a grande questão. Quais as coberturas mais importantes? Quais os valores a segurar para evitar aborrecimentos futuros? Muita gente, inclusive, segurados, não sabe direito. Para que estas perguntas possam ser respondidas com mais facilidade, devemos, antes, esclarecer alguns pontos:

1- Seu carro “dorme” sempre em garagem coberta e segura?

2- Você só circula em sua cidade ou viaja com grande freqüência para outras cidades?

3- Você mora perto de área de risco?

4- Quantas pessoas dirigem habitualmente seu carro?

5- Se você vai trabalhar todo dia de carro, ele fica também em garagem segura ou você o estaciona na rua?

6- Quais os equipamentos adicionais que ele tem e quais são seus valores? Radio com entrada para MP3, CD com telas nos bancos traseiros, GPS e mais algum equipamento?

Anote todas as respostas e passe-as ao seu corretor de seguros para que ele o aconselhe, por exemplo, se você deve contratar cobertura contra alagamento, vendaval ou quebra de vidros, se você deve optar por franquia reduzida e quanto deve ser o valor a segurar para cada um dos equipamentos tipo radio e GPS.

Pergunte também ao corretor qual a redução no prêmio (valor que você paga pelo seguro) caso seu carro tenha rastreador ou bloqueador.

Outro ponto importante diz respeito aos valores a serem contratados para as coberturas de Responsabilidade Civil – danos materiais e danos pessoais (danos a terceiros).

Advertisements

Quanto você terá que pagar, se bater num Mercedes ou num Azzera? E se você atropelar uma pessoa jovem que tenha um alto rendimento mensal e dois filhos para criar?

Um Seguro de Responsabilidade Civil com coberturas de R$ 50.000,00 para danos materiais e R$ 500.000,00 para danos a pessoas, já lhe dará uma tranqüilidade bem grande e não representará um acréscimo significativo no prêmio a ser pago à seguradora.

E para que você possa conversar melhor com seu corretor e pedir maiores esclarecimentos a ele, veja quais as principais coberturas que você pode contratar:

Cobertura Compreensiva – cobre colisão; roubo ou furto; Incêndio ou Explosão; Inundação e Alagamento; Ressaca, Vendaval e Granizo; danos causados à pintura e aos pneus; Reboque e Salvamento.

Responsabilidade Civil Facultativa – Danos materiais e corporais causados a terceiros.

E ainda:

Acessórios

Vidros

Carro reserva

Acidentes Pessoais de Passageiros

Blindagem

Danos Morais

Despesas Extraordinárias

Extensão do Perímetro de Cobertura

Valor de Novo

E outras.

Pense em tudo isso e não deixe de conversar atentamente com seu corretor que o aconselhará sobre como evitar aborrecimentos na hora do sinistro e na renovação do seguro.

Vale à pena gastar um pouco mais do seu tempo na renovação do seu seguro, para não se aborrecer depois.